O Pilates e a Podologia

Muitos dos problemas que temos nos pés, têm origem numa má postura corporal ou vice versa. Como podologista, uma das minhas abordagens terapêuticas é a aplicação de palmilhas posturais personalizadas. No entanto, em determinados casos clínicos, verifico a necessidade da intervenção simultânea, de outras áreas específicas.

O pilates é uma dessas áreas. Tenho desenvolvido neste sentido, um trabalho juntamente com o Ginásio Razões do Corpo, que desenvolve uma abordagem ímpar nesta área.

Para que vocês compreendam melhor a abordagem do Pilates, pedi ao Ginásio Razões do Corpo e á Professora Teresa Sousa, para vos esclarecer algumas questões:

O que é o Pilates?

Prof. Teresa Sousa: “Pilates é um método de treino físico e mental criado pelo alemão Joseph Hubertus Pilates. Permite praticar atividade física, mesmo quando existem lesões, ajuda a equilibrar o corpo, corrigir posturas, prevenir lesões, melhorar a respiração e aumentar a concentração”.

Qual a função do Pilates na correção postural?

Prof. Teresa Sousa: “A sua principal função é corrigir desequilíbrios corporais levando o corpo a uma harmonia estética e a um bem-estar físico geral. Os principais benefícios do método são a força, a flexibilidade e o controlo do corpo, é essencial que estas três vertentes funcionem em simultâneo de forma equilibrada para obtermos uma melhor postura global”.

Está indicado a realização de aulas de pilates em simultâneo com o tratamento de podologia?

Prof. Teresa Sousa: “Sim, as aulas de Pilates vão complementar o tratamento podológico. Todo o trabalho de Pilates é feito no sentido de uma reestruturação do esquema corporal de baixo para cima (pés para a cabeça) e do centro para a periferia. Dependendo do tipo de patologia apresentada , o professor de Pilates vai trabalhar o   aluno, corrigindo compensações numa relação entre o relaxamento e a ativação consciente de  músculos que durante os exercícios  vão dar forma a um equilíbrio   posicional correto. Existem, inclusive, equipamentos específicos para a sua reabilitação, como por exemplo, o corretor de joanetes”.

Existem várias vertentes do Pilates ?

Ginásio As Razões do Corpo: “Sim, após o falecimento do fundador do método Pilates, os seus discípulos desenvolveram outras correntes, mas os fundamentos do método mantiveram-se dando origem ao Autêntico Pilates, Pilates Clássico ou Pilates Original. Ao longo dos anos apareceram outras correntes mais contemporâneas do método como o Neo pilates, o Pilates Funcional, entre outros. Hoje, existem muitas outras modalidades a que se associa o nome Pilates, mas são criações individuais”.

Como desenvolvem o trabalho do método de Pilates?

Ginásio As Razões do Corpo: “Os nossos profissionais têm formação de Autêntico Pilates, Pilates Clássico e Funcional, com vertente em patologias e populações especiais, o que nos permite trabalhar com um vasto publico e situações clínicas diferenciadas. Como trabalho de Pilates, para além das aulas de grupo de MAT e pequenos equipamentos, podemos desenvolver, também, o trabalho de Pilates em estúdio, com máquinas; Reformer, Cadillac, High Barrel, Combo Chair, entre outras, que nos permitem fazer uma avaliação mais rápida e completa das necessidades corporais do aluno, o que, consequentemente, leva a uma prescrição do exercício mais assertiva e de acordo ao pretendido, que é, atingir os objetivos mais rápida e consistentemente”.

Ginásio As Razões do Corpo – Guimarães

https://www.facebook.com/ginasioasrazoesdocorpo/

 

As Sabrinas não são para todos os pés

As sabrinas são as preferidas de muitas mulheres mas não as preferidas de todos os pés.

Há tipos de pés, que não se enquadram no design das sabrinas nomeadamente, pés mais fortes, planos, com joanetes e com excesso de inclinação do calcanhar.

No caso por exemplo dos joanetes, devemos evitar costuras sobrepostas recortes ou outro tipo de aplicações que se sobreponham ao joanete. Com a maioria das sabrinas, o que acontece é que metade do joanete fica fora da sabrina não sendo de todo o correto.

Outro exemplo, é o tipo de pé com excesso de inclinação interna ou plano, este precisa de suporte e sustentação. As sabrinas não oferecem este controlo pela ausência de atacadores e por vezes pela falta de rigidez ao nível do calcanhar.

Quantas vezes vimos sabrinas completamente deformadas mesmo que tenham sido usadas meia dúzia de vezes???

Isto é um indicador que os seus pés não são para sabrinas e muito menos ficam elegantes com elas.

Temos de saber selecionar qual o tipo de calçado que faz dos nossos pés mais  bonitos e elegantes. Quanto melhor for a adaptação do seu sapato ao pé, menor será a tendência para lhes provocar problemas como, dores, cansaço, calos, entre outras deformações.

Faça boas escolhas…

Para que serve o último furo da sapatilha?

A maior parte de vocês nunca utilizou nem sabe qual a utilidade do último furo da sapatilha, afinal qual é a sua utilidade?

Na verdade, ele tem razão para existir e sobretudo em alguns desportos como a corrida, evita diversas lesões do pé.

A utilização do último furo, permite fixar o calcanhar dentro da sapatilha ao mesmo tempo que oferece maior estabilidade do tornozelo, impede o deslizamento do pé para a frente e diminui o atrito.

Pode evitar determinadas lesões no pé como, entorses, hematomas, unhas encravadas, bolhas entre outras.

Visualize o vídeo e aprenda como utilizar este último furo:

 

Três das dúvidas mais comuns na compra do calçado

No momento da compra do calçado maioritariamente o que nos salta aos olhos é o design do calçado, desvalorizando-se o conforto e a prevenção de determinados problemas dos nossos pés.

Deixo-vos aqui três das dúvidas mais comuns que surgem aquando a compra do calçado.

Devemos comprar os sapatos com a intenção de alargar em casa?

Não. A maior parte das pessoas sobretudo mulheres, escolhe o tamanho errado do calçado. Existe a forte tendência para comprar o número abaixo daquele que é o indicado, com o intuito, de ir alargando em casa mas não é de todo o correto. Lembrem-se, quando isto acontece é sinal que não estão a fazer uma boa escolha.

Por vezes o meu tamanho fica apertado, experimento o número acima mas os sapatos saem dos pés. Qual o tamanho ideal a comprar nesta situação?

Quando isto acontece, mentalize-se, o modelo de sapato que escolheu não é o adequado para o seu pé. Terá de procurar outro modelo que se adapte  ao seu tipo de pé.

Devo comprovar sempre o comprimento do calçado pelo dedo mais gordo?

Não. Deve comprovar o tamanho do calçado pelo seu dedo mais comprido, que nem sempre corresponde ao dedo mais gordo. O seu dedo mais comprido pode ser por exemplo o segundo dedo.

Pés macios e perfumados

Depois da praia, os nossos pés precisam de um cuidado especial devido ao uso de chinelos e sandálias. Uma das coisas maravilhosas é uma boa esfoliação.

Além de os pés ficarem muito mais bonitos é um momento que dedica a si, ao cuidado de uma das partes mais importantes do seu corpo, desfrute desses momentos com prazer.

Muitos de vocês me perguntam qual o esfoliante de pés que utilizo.

Pois bem, eu adoro fazer o meu esfoliante de pés aromatizado, e considerando os vossos pedidos, decidi deixar-vos aqui uma das receitas que gosto imenso.

Ingredientes

1 chávena de sal marinho
6 colheres de sopa de óleo de coco
10 gotas de óleo essencial de lavanda

Preparação

Basta misturar bem todos os ingredientes e aplicar por todo o pé.

Massaje uniformemente insistindo nas zonas mais afetadas, de seguida passe por água limpa, seque bem e aplique o seu hidratante de pés.

Dependendo dos casos, recomendo a aplicação uma a duas vezes por semana e a aplicação do hidratante diário.

Saliento apenas, que se mesmo assim, os pés continuarem secos, descamativos e com gretas, é necessário fazerem uma avaliação clínica.

Permita que os seus pés fiquem leves, macios e perfumados …

Pés Bonitos no Verão

No Verão, as nossas idas á praia e piscina, são bastante mais frequentes e devemos ter alguns cuidados com os nossos pés para os manter bonitos e saudáveis.

Com as temperaturas altas, os pés transpiram e a falta de alguns cuidados, podem trazer odores desagradáveis. É importante manter os pés arejados e frescos, use e abuse das sandálias ou de sapatos frescos. Em alguns casos pode ser necessário recorrer a anti-transpirantes.

O uso de creme hidratante deve ser diário e aplicado á noite, mantendo a boa hidratação dos pés livres de descamação e aspeto desidratado. Lembre-se que não deve fazer a aplicação de creme hidratante no meio dos dedos, estes devem estar sempre bem secos para não permitir o alojamento de microorganismos indesejáveis, assim como, secar bem o meio dos dedos após o banho é fundamental.

Mantenha as unhas curtas para impedir a acumulação de sujidade levando mais tarde ao crescimento de microorganismos nomeadamente, fungos. Pode cortar as unhas com um corta unhas ou tesoura e aperfeiçoar com uma lima. No entanto, todos estes objetos devem ser de uso pessoal exclusivo e ter sempre um Kit diferenciado para pés e outro para mãos.

Quando vai á praia ou piscina, não se esqueça do protetor solar nos pés, eles também fazem parte do nosso corpo. O uso de chinelos nas áreas comuns é inevitável.

Nas senhoras, em particular, não usar as unhas maquilhadas sem um período de intervalo de descanso, é importante deixar as unhas respirar por algum tempo. Proteja as suas unhas com a aplicação de um verniz base sempre antes do seu verniz de cor. Quanto ás cutículas, estas são uma barreira de entrada a microorganismos, devem ser hidratadas com um óleo ou creme de cutículas e empurradas delicadamente, assim irá evitar de as cortar ou de provocar alguma lesão.

A esfoliação aos pés é maravilhosa, sobretudo no caso das senhoras com tendência a pele seca, gretada e por vezes com calosidades. Pode fazer a esfoliação duas a três vezes por semana dependendo da necessidade  do seus pés, além de potenciar a ação do creme hidratante mantém os pés muito mais bonitos para exibir as suas sandálias.

E claro, não se esqueça de selecionar o calçado e chinelos de praia adequados aos seus pés, estes têm um papel fundamental no seu conforto, estética e prevenção de determinados problemas.

 

 

 

Podoposturologia

Uma área especializada que se dedica á análise e identificação das alterações da postura corporal e sua relação com o apoio dos pés.

Sempre que existem alteraçoes da nossa postura surgem dores, contraturas e outras alterações dos movimentos que se vão intensificando ao longo do tempo aquando a inexistência prévia da intervenção terapêutica.

Na nossa consulta especializada de podoposturologia o paciente será minuciosamente avaliado não só em termos de apoio do pé e biomecânica mas também nos padrões de equilibrio e postura corporal.

Através das palmilhas posturais realinhamos e reprogramamos a postura corporal.

As palmilhas podoposturais são personalizadas a cada paciente e situação de acordo com o seu tipo de de pé, passada e postura. Nas palmilhas, são incorporados pequenos elementos, que fornecem uma informação ao sistema nervoso conduzindo o corpo a um reequilibrio através das reações reflexas dos músculos, corrigindo os desiquilibrios corporais.

Tratamento da Unha Encravada com Ortoníxia pelo Método Ortodôntico

Uma vez mais a nossa clínica é pioneira no tratamento inovador da unha encravada.

A aplicação da Ortoníxia pelo Método Ortodôntico, é uma técnica inovadora baseada no conceito de ortodontia. Consiste na aplicação, de um pequeno dispositivo na lâmina ungueal denominado, ortoníxia.

É uma técnica que tem inúmeras vantagens comparativamente com outras técnicas já existentes nomeadamente, na ausência de dor tanto no uso como na sua aplicação, não requer aplicação de anestesia, não provoca conflito com o calçado e é bastante estético. Tem demonstrado ser, uma técnica bastante eficaz, e de rápida correção da lâmina ungueal.

O tratamento tem normalmente, uma duração de três meses, podendo ser visíveis modificações da lâmina ungueal imediatamente após, o momento da sua aplicação.

Para quem sofre de unhas encravadas, a aplicação da Ortoníxia pelo Método Ortodôntico é sem dúvida uma alternativa de tratamento com excelentes resultados.

Somos especialistas na aplicação desta técnica inovadora, avaliamos detalhadamente caso a caso, em busca da solução ideal para si.

Eritrasma

eritrasma

O Eritrasma é uma infeção de origem bacteriana provocada pela Corynebacterium minutissimum que afeta a camada córnea da pele.

No pé, este tipo de infeção localiza-se preferencialmente nos espaços interdigitais em consequência do ambiente quente e húmido que se proporciona. Depois da infecção se instalar ela pode progredir para a planta e zona dorsal do pé.

Existem outras áreas do corpo que podem ser frequentemente afetadas como a zona sob os seios; axilas e virilhas.

Desenvolve-se facilmente em países quentes e locais públicos como: ginásios, piscinas, quartéis.

É mais comum em adultos sobretudo em homens mas pode aparecer em crianças e adolescentes.

Este tipo de infeção pode ser transmitida por contacto direto ou fómites.

Normalmente não provoca dor mas podem surgir sinais como descamação da pele, golpes entre os dedos, maceração, pele avermelhada e mau cheiro.

O diagnóstico é eminentemente clínico, deve-se contudo realizar o diagnóstico diferencial com outras patologias que poderão estar ou não associadas. É imprescindível a realização de uma consulta com o podologista para o tratamento eficaz.

 

FATORES QUE FAVORECEM O SEU APARECIMENTO

• Obesidade                           • Hiperhidrose (excesso de transpiração)

 

• Diabetes                              • Higiene inadequada ou insuficiente

• Húmidade                          • Calçado apertado

• Maceração

 

COMO PREVENIR?

• Secar muito bem os espaços entre os dedos
• Realizar diariamente uma higiene adequada
• Uso de calçado e meias transpiráveis
• Evitar o calor e humidade excessiva
• Controlar o excesso de transpiração

Estudo Biomecânico

post1

 

A biomecânica é uma ciência que estuda o movimento humano, estabelecendo parâmetros patológicos e de normalidade.
O estudo biomecânico do pé é a premissa básica central para o diagnóstico e tratamento da maioria das patologias do membro inferior nomedamente do pé.

Somos especialistas no estudo biomecânico que consiste numa exploração clínica em que avaliamos os parâmetros articulares, musculares e posturais do corpo humano em repouso, bipedestação e em movimento e a sua possível relação com as presentes patologias ou sintomas.

Faz parte deste estudo o exame de podometria informatizado que consiste no estudo informatizado do apoio do pé e caminhar fundamental para calcular a distribuição de pressões na planta do pé. Estes resultados são importantes para o diagnóstico e tratamento de diversas patologias como úlceras plantares no pé diabético, calos e calosidades, dores nos pés, para desenho de palmilhas personalizadas.

Muitas das vezes a origem de uma dor de costas e sobrecarga muscular estão na origem de um apoio incorreto do pé que podem ser detectadas facilmente com este estudo.

Pages:«1234»