” O micróbio não é nada, o terreno é tudo “

O hospedeiro apenas se aloja no organismo quando o meio reunir todas as condições favoráveis ao seu crescimento, o que quer dizer que vocês só ficam doentes se o vosso meio (sistema imunitário/saúde) assim o permitir.

Béchamp, o grande defensor da teoria celular em que prioriza mais o meio (sistema imunitário/saúde) que propriamente o agente agressor, pensa-se ter dado força ao insight de Louis Pasteur pouco tempo antes da sua morte “ O micróbio não é nada, o terreno é tudo” que resume numa frase o que acabei de escrever acima.

Aliás, esta seria uma frase brilhante para um mantra televisivo, acredito que em muito pouco tempo teríamos pessoas mais saudáveis e lúcidas essencialmente se fosse em horário nobre, momento em que as nossas ondas cerebrais estão mais susceptíveis a gravar tudo o que nos dizem.

Infelizmente observo e constato tantas e tantas medidas que vão a favor de um sistema imunitário cada vez mais enfraquecido, tudo focado no agente e zero no meio.

Se os agentes fossem verdadeiramente a única causa de tudo acontecer já estaríamos todos num outro plano.

Serei sempre a favor de Criar Saúde, de ensinar e relembrar ás pessoas que elas próprias têm esse poder dentro delas, não serei a favor de uma sociedade doente desprovida da sua própria verdade, autoridade e liberdade.

Agentes microbianos sempre existiram e vão continuar a existir, este não será o último.

A solução, está no meio a partir de dentro e não fora. Não foi por acaso que mudei todo o meu modo de actuar na Podologia e na Saúde, de onde nasceu meu método Criar Saúde.

Não tenho o poder de mudar o mundo mas posso contribuir a cada dia, para a criação de um nova saúde com cada pessoa que se cruza comigo.

Se cada um fizer a sua parte acreditem que estamos realmente a Criar um Novo Mundo!

Com Amor e Luz ♥️

O que é a Alma?

Pelo menos um Corpo Físico, creio que não há dúvidas que o temos e que existe. Faz parte do palpável, do concreto e tangível.

Fomos treinados para a visão do concreto, do óbvio e palpável e com o tempo fomos nos desligando dos corpos subtis, aqueles sem tempo e sem forma. Aqueles que não são palpáveis, que não lhes sentimos o toque, o cheiro nem muito menos lhes podemos tirar as medidas.

O Corpo Mental, com ligação á mente, á lógica, pensamentos e raciocínio. De todos que vou mencionar a seguir, talvez este seja o de mais fácil compreensão e aceitação da sua existência, por estar ligado á lógica, á razão, ao raciocínio ao pensamento. Cada vez mais se fala em abrandar o fluxo de pensamentos,  uma mente limpa é um corpo são.

Já o Corpo Emocional, é o corpo ligado ás nossas emoções a tudo que sentimos a partir de dentro de nós. Muitas pessoas têm consciência plena desta ligação e envolvimento mas as pessoas mais ligadas ao corpo mental, criam mais resistência ligarem-se ás emoções, assumem que quem manda aqui é a mente e ponto.

Avançando no mais subtil temos o Corpo Energético, e de mais difícil compreensão e aceitação para a mente.

Reparem só que á medida que vamos aumentando a subtileza das coisas mais difícil se torna a compreensão, entendimento ou aceitação de quem está mais ligado ao corpo mental. Aqui, o ego mete sempre o dedo, quer certezas, provas visíveis e palpáveis fazendo cair por terra todo o mundo da subtileza, do não concreto, do intangível, não palpável mas sentido. Quando falo de corpo energético estou a falar de meridianos trabalhados na acupuntura ou dos chakras, os centros energéticos do nosso corpo.

Por último e creio que o menos compreendido e aceite, na sua maioria é o Corpo Espiritual. Aqui, falo do nosso espírito, da Alma.

E o que é a Alma? A resposta é muito simples, é aquilo que Anima o nosso corpo físico e palpável mesmo quando estamos inconscientes. É incrível por exemplo como culturalmente o nosso Fado nos liga tanto á Alma e separamo-nos dela na Saúde.

A maior parte dos sintomas não têm a sua causa no corpo físico, o que vemos e sentimos no físico é apenas o resultado, o efeito da causa que teve a sua origem em fluxos subtis. Se queremos realmente Criar Saúde e não doença, não podemos dissociar estes corpos, é preciso deixar de olhar para as pessoas como se fossem apenas um corpo físico, desprovidas de pensamentos, emoções, energia, de uma Alma e que trazem consigo uma história de vida. É tão necessário e diria até urgente, criar uma nova saúde com uma visão macro ligada a um todo.